fbpx

Saiba mais detalhes para que a sua empresa obtenha excelentes resultados

Trabalhar a divulgação da sua marca pode não ser algo tão simples. Porém, com conhecimento e técnica você pode obter excelentes resultados. Sendo assim, entenda um pouco mais sobre os anúncios online e supere suas expectativas.

Onde os anúncios online são vinculados?

Hoje em dia a internet se tornou o maior shopping center de produtos e serviços do mundo. Afinal, sua abrangência é ilimitada e o número de pessoas impactadas diariamente é incalculável.

Portanto, com todas estas possibilidades, se souber como estudar e direcioná-las, podem trazer um grande retorno para os empreendedores. Aliás, pode ocorrer por meio de ações comerciais ou publicidade e propaganda.

Na internet, como dito, as possibilidades são bem grandes. Dessa forma, é possível impactar pessoas através de anúncios, interações com conteúdo de valor ou simplesmente tendo uma rede social ativa.

blank

Quais são as melhores estratégias para vincular anúncios?

Em primeiro lugar, se o anúncio for pago, neste caso, você deve se preocupar com o texto. Afinal de contas, ele deve causar um bom impacto imediato. Isto é, prender a atenção nos primeiros 3 segundos de exibição. Mas por qual razão, esta duração tão específica? Bom, este é o tempo comprovado que uma pessoa leva para decidir se assiste até o fim ou não determinado vídeo.

Além disso, os anúncios online devem ser claro, sucinto e direcionar o espectador para uma ação. Dessa forma, se ela deseja ela comprar o produto ou simplesmente se cadastrar em algum portal ou site.

Por fim, com a estratégia feita de maneira correta, o seu conteúdo pode aparecer como um dos primeiros resultados de buscas na internet. Contudo, para isso é preciso conhecer as técnicas de SEO e ranqueamento no Google.

Como produzir conteúdo de qualidade?

Umas das maneiras mais utilizadas, e com bons retornos para alavancar a divulgação de empresas e serviços é através de redes sociais.

Para que seja efetivo esta abordagem, é preciso:

  • Constância;
  • Conteúdo relevante;
  • Conexão com audiência;
  • Conteúdo diversificado;
  • Formatos adequados.

Constância: Para que seu anúncio nas redes sociais tenha resultados, é importante que o trabalho seja diário. Ou seja, invista em conteúdos que possam agradar o público ali presente.

Conteúdo relevante: As pessoas consomem conteúdo que agreguem conhecimento ou que as entretenha. Por isso, é importante entender o seu público. Mesmo nas redes sociais, é interessante fazer textos, imagens, vídeos que se sobressaem dentre os demais.

Conexão com a audiência: Mais uma vez, para poder ter resultados com suas redes sociais, é preciso conhecer quem está ali do outro lado, seus gostos e suas preferências. Desta forma, uma estratégia é fazer uma persona, que reunirá todos estes atributos.

Conteúdo diversificado: Não é porque sua rede é de um nicho específico que você posta, todos os dias, as mesmas coisas. Para isso, é preciso criatividade para produzir conteúdos que se relacionam ou não com seu tema principal. Ou seja, o importante é não cair na mesmice.

Formato adequado: Para quem produz conteúdo para redes sociais, deve se atentar ao fato, que cada rede tem uma melhor aceitação de formatos diferentes. Portanto, entenda qual sua melhor abordagem. Sendo assim, elabore dentro do formato adequado.

Como alavancar os anúncios online

Para escolher onde vincular seus anúncios é preciso entender onde seu cliente está. Dessa forma, faça um estudo detalhado do tipo de persona que consome seus produtos e serviços. Então, é preciso pensar como seu público. Ou seja, quais são os sites que mais acessam, qual formato de conteúdo mais consomem.

Portanto, com estas informações e um mapa detalhado de quem é teu público, fica mais fácil direcionar seus esforços para o maior número de pessoas possíveis.

Google

Este é o maior site de buscas do mundo. Sendo assim, para ter sucesso com os anúncios nesta rede sem precisar pagar, é preciso trabalhar as técnicas de rankeamento SEO. Além disso, investir na produção de conteúdo relevante. Para isso, saber o uso correto das palavras-chave é fundamental para ficar na primeira página nas buscas.

Facebook e Instagram

Redes sociais de conexão. Aliás, são excelentes oportunidades de impactar diversos grupos de pessoas. Aqui, você pode trabalhar com anúncios bem elaborados. Além disso, pode optar por crescimento orgânico ou pagar por anúncios. De qualquer forma, investir em produção de conteúdo nos vários formatos que as redes disponibilizam é uma ótima estratégia.

YouTube e TikTok

Redes de entretenimento em vídeo com boa visibilidade para anúncios. O YouTube e TikTok reúnem pessoas que buscam vídeos curtos, mas informativos. Portanto, os anúncios devem seguir esta regra. Além disso, é possível pagá-los para aparecer durante outros vídeos.

Bom, agora que conhece as principais formas de propagar os anúncios online, é hora de colocar a mão na massa. Sendo assim, escolha sua rede, seu formato e boa sorte com os anúncios da sua empresa.

https://noticiasconcursos.com.br/como-os-anuncios-online-podem-alavancar-sua-empresa/

Agora para aparecer para novos clientes é só usando tráfego pago! Mas, será mesmo?

Técnicas estratégicas devem ser utilizadas para o tráfego orgânico (Crédito: Divulgação)

Técnicas estratégicas devem ser utilizadas para o tráfego orgânico (Crédito: Divulgação)

Não se engane pelas ondas de sucesso que surgem pela internet. Comenta-se tanto da importância da gestão de tráfego hoje em dia que o orgânico está sendo deixado de lado. Aos caros leitores e leitoras, o conteúdo orgânico é aquele que você não precisa pagar para aparecer em plataformas como Google e Meta (antigo Facebook). Para ilustrar, seria quando alguém pesquisa por uma palavra-chave no Google e o seu negócio aparece em primeiro lugar.

De fato, o tráfego pago é uma excelente iniciativa que qualquer tipo de negócio pode considerar. Com a diminuição do alcance de conteúdo, acaba sendo uma válvula de escape que pode trazer inúmeros resultados positivos.

Entretanto, é complicado deixar o tráfego orgânico de lado. Posicionar o seu site ou conteúdo em primeiras posições requer um bocado de técnicas como SEO (Search Engine Optimization), formas de gravar e publicar. E, leva tempo. Existem duas óticas que podemos examinar este caso:

  • Você pode investir apenas em tráfego pago (Resultado já e sempre investindo em anúncios)
  • Você pode investir em tráfego pago e tráfego orgânico (Resultado já e resultados futuros sem fazer anúncios)

É uma questão de estratégia. O tráfego pago é ótimo. Mas quando é junto com SEO no orgânico, torna-se melhor ainda.

Estratégias de tráfego pago e orgânico

Para as mídias pagas não tem segredo. De forma bem resumida, você desenvolve anúncios e começa a publicação. Para o orgânico, técnicas devem ser utilizadas. Escolhas de palavras-chave, otimização de website, link building e a lista só cresce. Geralmente, a gestão de tráfego é feita por profissionais qualificados que vão auxiliar e mostrar todo o caminho necessário para ter os melhores resultados. O mesmo é aplicado para montar a estratégia para estar nas primeiras posições do Google ou elevar outros conteúdos no topo.

Está pronto para começar?

Fazer tudo isso sozinho é possível, mas vai levar mais tempo. Muitas empresas oferecem esse serviço de marketing digital em Sorocaba. Quando iniciar com as primeiras conversas, sempre tenha em mente também a importância do tráfego orgânico. Pergunte, peça para explicar. O pensamento no longo prazo faz a diferença, especialmente no mundo BANI de hoje.

O planejamento é importante. Estruturar a casa é o primeiro passo, e quando uma empresa que oferece serviços digitais tem essa parceria com seus clientes, o céu é o limite.

https://www.jornalcruzeiro.com.br/suplementos/tecnologia/2022/04/692087-a-importancia-do-trafego-organico-na-era-da-midia-paga.html

Ter crescimento de vendas é o objetivo de toda empresa, e com a estratégia do funil de vendas isso é viável

Obter resultados significativos dedicando menos tempo e esforço contínuo é possível. Ter estratégias que tragam resultados sem precisar se preocupar o tempo inteiro existe. Este é o funil de vendas.

Esse método utilizado pelo marketing digital ajuda a impulsionar o crescimento da receita das empresas. Isso porque, o funil de vendas trata-se de uma estratégia para atrair os potenciais clientes no decorrer do processo de compra. 

Quanto mais claro for o entendimento sobre o método, mais assertivo ele será e trará os resultados projetados pela empresa. Com a atração de novos clientes potenciais, ou como conhecemos no marketing digital, os leads. 

O que é um funil de vendas?

O funil de vendas, ou em outros casos, funil de compras, é o nome dado ao processo do consumidor desde a primeira interação com o produto ou serviço, até a conclusão da compra. 

Essa estratégia é dividida em três etapas, o topo do funil é o mais amplo, e tem como objetivo atrair o maior número de leads para o próximo estágio. Nesse processo, os usuários que não se enquadram no perfil de cliente, acabam saindo do funil.

Cada empresa tem o seu perfil de cliente ideal, o que chamamos de ICP. E criam gatilhos que atraem esse público específico. Logo, quando alguém entra em contato com a empresa e não se enquadra, simplesmente não prossegue no processo de conclusão de compra.

Como um funil, a parte de cima é maior, na qual os clientes são captados de forma ampla. E no decorrer do processo de venda, somente ficam os que de fato possuem interesse em concluir a compra. 

O funil de vendas é dividido em três etapas: o topo, o meio e o fundo. Porém, o topo é dividido em duas partes que definem se o usuário é ou não um cliente ideal. Vamos exemplificar:

Topo do funil: é quando o consumidor tem o primeiro contato com o anúncio/site/rede social da empresa. Por esse motivo, é bom que as informações sobre o produto ou serviço que a empresa oferece seja claro, para que haja identificação. 

Essa etapa é muito importante porque nem sempre o usuário está interessado em comprar algo, mas é atraído através do marketing que a empresa oferece para chamar a atenção dele. Esse estágio é o que chamamos de aprendizado e descoberta.

Esse contato com a empresa pode vir através de pesquisas no Google, compartilhamento em redes sociais, ou até mesmo um anúncio fora das mídias sociais. Garantir que o cliente se interesse é primordial. 

Pois, a partir de então, ele passa a avaliar se de fato não precisa do produto ou serviço que a empresa oferece, analisa os pontos, e se reconhece que tem um problema e precisa resolver com aquilo, ele prossegue no funil. É quando o usuário passa a ser um lead, cliente em potencial. 

Nesse ponto, é preciso que o time de vendas, através de gatilhos criados para gerar interesse ao cliente, procure entender o que estão procurando. Mas é importante que essa etapa seja estratégica. 

Isto é, que a empresa eduque o lead sobre o que oferece, a importância que tem, e o quanto faria a diferença para ele. De formas sutis, para gerar interesse de compra, e não empurrar algo ao cliente. 

Meio do funil: os leads que passam para o meio do funil procuram entender o que está sendo oferecido, passam a considerar uma solução. Quando mais leads passarem para esse estágio, quer dizer que mais pessoas tiveram a atenção voltada para o que a empresa oferece. 

Geralmente, os clientes que chegam a esse estágio tem interesse em concluir a compra. Porém, há concorrência, na qual ele pode comparar antes de de fato decidir o que fazer. Neste ponto, ter um time de vendas capacitado é importante.

Quanto mais pessoas se identificam com a empresa, a atenção e a solução que ela oferece, mais chances há das vendas serem concluídas com sucesso. E o melhor, tendo fidelização de clientes devido a boa experiência.

Fundo do funil: é o momento em que o cliente quer concluir a compra, porém ainda avalia valores e benefícios que outras empresas oferecem e qualidade do produto/serviço e atendimento. Neste ponto, ter diferentes estratégias é interessante.

Há clientes que precisam de suporte, às vezes para explicar algo, ou então, somente para se sentir seguro em efetuar a compra. Ter nesse estágio um material que demonstre ao lead a experiência de outros consumidores é crucial.

Pois uma das coisas que mais trazem segurança para um cliente em um ambiente online de compra é a avaliação. Seja através de nota, comentários e reviews do produto ou serviço prestado para atestar a qualidade. São quando se tornam, de fato, clientes.

Uma demonstração ilustrativa do funil de vendas:

blank

Como melhorar o funil de vendas?

Conhecer o perfil do cliente é mais do necessário para a criação de um funil de vendas efetivo e prático. Tendo as adequações necessárias, a empresa perde menos tempo com usuários que não têm nenhum interesse em usufruir do que a marca oferece.

Conheça o perfil do cliente: conhecer o perfil do cliente é essencial para otimizar o funil de vendas. Quanto mais informações sobre o usuário se obter, mais fácil será compreender o que ele espera da empresa e como oferecer o produto. 

Imagine que o seu funil de vendas está segmentando perfis errados, dificilmente terá algum resultado. Quando há erro na captação, todo o resto simplesmente não funciona. E com isso, a empresa perde tempo, energia e dinheiro.

Tenha como primeiro plano criar o perfil ideal do cliente, o ICP. Verifique qual o nicho de público que sua empresa oferece serviços e foque em conquistar esses clientes potenciais. Outro ponto importante é avaliar os concorrentes e adequar técnicas que estão funcionando para eles.

Conteúdo educativo: como falamos anteriormente, educar o cliente potencial é crucial. Entenda como educar o fato de oferecer soluções para o que o usuário procura. Seja e-books, banners ou até mesmo e-mails que expliquem melhor com o que e como a empresa atua. 

Uma das formas de atrair o público correto, e até mesmo direcionado para os conteúdos sobre a empresa, é o uso de palavras-chave. Nem sempre o usuário conhece a empresa, e por meio de palavras-chave, acabam encontrando o que procura.

Por esse motivo, dedicar tempo a conhecer o público-alvo da empresa e quais as palavras que chamam a atenção dele, é extremamente importante. É o que trará resultados significativos para alcançar os objetivos de vendas.

Tenha contato com o cliente: quando o usuário passa a ter interesse no que a empresa oferece, o chamamos de lead. E neste ponto, é necessário que a empresa crie uma estratégia de obter o contato desse possível cliente. 

Isso porque, é através disso que a empresa conseguirá encontrar em contato para oferecer seus serviços ou produtos. Seja a captação de e-mail ou telefone, ter uma forma de entrar em contato é um passo importante. 

Divulgação em mídias sociais: quando o cliente procura por serviços que a empresa oferece, e clica no site ou anúncio, o Google entende o interesse do cliente e passa a mostrar nas redes sociais do usuário anúncios sobre a pesquisa, é o que chamamos de algoritmo.

Outra forma é investir em divulgação, campanhas e anúncios. Com fotos chamativas, textos persuasivos e preços atraentes. O Google é a melhor plataforma para investir em divulgação, pois oferece uma rede de displays que anunciam também o que a empresa quer.

Invista em feedbacks: ter clientes falando bem do que a empresa oferece é fundamental como histórico de sucesso. Muitas pessoas buscam saber a opinião de quem já teve contato com os serviços da empresa antes de comprar alguma coisa. 

Após a conclusão da venda, invista em saber a satisfação do cliente. Seja por mensagem, ligação ou até mesmo formulário por e-mail. Dedique um espaço em seu site ou página nas redes sociais para expor o sucesso que a empresa tem tido com a prestação de serviços. 

O pós-venda é tão importante quanto o pré: muitas empresas falham neste ponto, é mais simples convencer um cliente a comprar do que mantê-lo fidelizado. Isso porque, há negócios que visam somente o lucro, e não a satisfação do cliente. 

É preciso entender que o sucesso de um funil de vendas também vem de forma orgânica. De clientes que já compraram e também indicam a empresa. É preciso investir em pós-venda que funcionem e estejam à disposição do cliente. 

Ter sucesso em vendas é prever e saber que erros serão cometidos e que precisarão ser resolvidos. E buscar, antes mesmo de acontecer, formas de lidar com esses problemas. Realmente se colocar no lugar do cliente e entender os pontos que ele levanta como queixa e resolvê-los.

Esteja à disposição: seja no pré, durante ou pós-venda, estar a disposição do cliente é crucial para dar confiança no trabalho que a empresa está oferecendo. Entendemos que muitas pessoas precisam de suporte, e ter esse ponto é um diferencial.

Quando todos esses pontos são alinhados, a empresa passa a ter mais chances de conquistar lugares maiores no meio digital. O importante é compreender, de fato, que não é somente o lucro que importa, e sim a satisfação do cliente com a empresa.

O sucesso se mede pelo tempo que se dedica para as coisas acontecerem, se há muito esforço em dedicar o melhor serviço aos clientes, isso será recompensado de forma natural e orgânica. Esforço e dedicação para compreender o público da empresa é a chave para alcançar objetivos maiores. 

Conteúdos digitais feitos com base em infográficos têm mais chances de viralizar e ser facilmente absorvidos nas redes sociais

Houve uma pesquisa realizada pela Forrester, que tem como objetivo saber sobre a importância do conteúdo visual e como isso impacta na absorção do assunto criado pelas empresas. O resultado do estudo mostra que 90% das informações transmitidas para o  cérebro são através de conteúdos visuais; outro fator que se destaca nesta pesquisa é de que o cérebro processa imagens 60.000 mais rápido do que um texto simples. 

Com isso, podemos levar em consideração que os posts feitos com imagens em redes sociais têm em média 94% mais engajamento do que outros tipos de posts. Ou seja, optar pela estratégia de utilizar o infográfico como parte do marketing digital da empresa é uma boa forma de crescer na internet e obter destaque nos conteúdos gerados.

Mas, afinal, o que é o infográfico? Aqui iremos explicar esta estratégia que ganha espaço nas redes sociais, e que, se uma empresa adotar essa maneira de fazer seus posts na internet, tem grandes chances de viralizar três vezes mais do que outras formas de abordagem. Bom, os infográficos são conteúdos criados para se comunicar com o cliente de um modo objetivo, utilizando principalmente recursos visuais, atrativos e que tenham relação com a identidade visual da marca. 

Isso inclui a elaboração do post, as cores, a fonte, os desenhos, as ilustrações e o texto conciso que estará naquele infográfico. Todos esses detalhes fazem parte da estratégia de marketing que trará bons resultados à empresa, juntamente com uma boa elaboração de conteúdos.

Essa forma de abordagem ilustrativa e certeira nas redes sociais e também nos sites é altamente atrativa, pois é uma maneira de os consumidores absorverem as informações de forma rápida e objetiva. Além de serem facilmente compartilhadas entre os clientes, gerando ainda mais visualização e impactos positivos nas redes. 

Dentro de um site, as chances de crescimento são de 12% ao utilizar o infográfico como estratégia de marketing. Um bom exemplo é quando se tem um site de turismo, no qual o internauta procura uma passagem aérea para Belo Horizonte, e o site utiliza o infográfico para informar, através de ilustrações e textos objetivos, qual seria a melhor opção para o cliente, comparando valores, disponibilidade e variações das passagens com outras companhias aéreas.

Existem alguns formatos de infográficos, como: infográfico interativo, infográfico animado e infográfico estático. O importante é a empresa, juntamente com a equipe de marketing digital, encontrar a melhor forma de aplicar esta estratégia, para que seja uma boa forma de crescimento da marca, gerando bons conteúdos publicitários, com assertividade nos posts, aumentando o engajamento e, consequentemente, alcançando novos clientes para efetuar compras ou obter serviços.

Qual a importância dos infográficos na sua estratégia de marketing?

Dos mais de 270 mil estabelecimentos cadastrados no iFood, 86% são pequenas e médias empresas, que necessitam se aprimorar na transformação digital, com foco no crescimento. Dentro desse nicho, estão os restaurantes, que acompanharam o crescimento do delivery e, agora, precisam buscar constantes atualizações para não perderem mercado.

Dentro dessa dinâmica, o iFood, a maior foodtech da América Latina, que obteve um aumento de 27% nas inscrições de pequenos e médios restaurantes em sua plataforma no último ano, traz algumas dicas que não podem ficar de fora do seu cardápio.

Alinhe experiências físicas e digitais

Se você tem um salão e clientela formada, continue com esse nicho e aumente a sua fidelização. Mas não deixe de apostar nos canais digitais. Aproveite as redes sociais e também as plataformas de delivery existentes.

Atualmente, o modelo híbrido ajuda a potencializar vendas e também a conquistar diferentes perfis de clientes. Inclusive, os softwares são fundamentais para você analisar as preferências dos seus clientes, o que ajuda a acompanhar as tendências e hábitos de consumo, preponderantes na alimentação.

Invista em um cardápio digital

Quem possui um restaurante e não conta com um cardápio digital está fora do mercado, literalmente. As pessoas querem visualizar tudo no smartphone, agilizando os pedidos e otimizando o tempo para satisfazerem seus desejos.

Portanto, para oferecer experiências incríveis aos seus clientes, o cardápio digital é essencial. Assim, você poderá destinar um link com o menu principal, sendo um grande atrativo para quem confia em seus ingredientes.

Priorize a experiência do cliente

Como já dizemos, a experiência do cliente é um dos alicerces que refletem no sucesso de um restaurante. Dessa maneira, acompanhe a jornada de quem confia em seu trabalho de ponta a ponta, analisando as avaliações, indicadores da plataforma, canais de atendimento, assim como treinamento e capacitação dos fornecedores envolvidos na operação do negócio. Promoções e ações de fidelização também são bem-vindas.

Diversifique os meios de pagamento

Oferecer meios digitais de pagamento se torna cada vez mais relevante, especialmente levando em conta que os brasileiros aderem rapidamente às facilidades de pagamentos, como cartões, PIX, parcelamentos e carteiras digitais.

A diversificação dos meios de pagamento também requer segurança, uma garantia que é oferecida por apps de delivery.

Use com profissionalismo as redes sociais

As redes sociais são ferramentas de grande alcance e multiplicadores de informação. Por meio dos canais é possível linkar o cardápio digital, adicionando botões que auxiliam nos pedidos.

Sem falar que você pode fazer aquela divulgação top dos destaques do dia. Mas saiba que a internet não é um campo para amadores. Sabendo disso, busque parcerias com quem entende de marketing digital, fazendo com que o seu restaurante alcance voos jamais imaginados.

A essência dessa estratégia de conteúdo é a crença de que, se nós como empresas, fornecemos informações valiosas, consistentes e contínuas aos compradores, eles nos recompensarão primeiramente com sua escolha

O marketing de conteúdo é a abordagem de marketing focada na criação e distribuição de conteúdo que seja interessante, relevante e consistente para que possa atrair o público correto da sua empresa, e assim, fomentar um relacionamento que se converta em venda.

Em vez de apenas divulgar promoções ou simplesmente falar sobre seus produtos ou serviços, com o marketing de conteúdo você entrega informações que geram valor para seu público, uma vez que dessa forma, você compartilha conhecimento com ele.

A essência dessa estratégia de conteúdo é a crença de que, se nós como empresas, fornecemos informações valiosas, consistentes e contínuas aos compradores, eles nos recompensarão primeiramente com sua escolha e muito possivelmente com sua lealdade.

Assim como outras formas de marketing digital, o marketing de conteúdo envolve o uso estratégico de conteúdo relevante e de alta qualidade. Essa estratégia não tem o objetivo de substituir o marketing tradicional ou as técnicas de otimização de mecanismos de busca, ao contrário, o marketing de conteúdo se torna muito mais eficaz quando aplicado em conjunto com elas.

Alguns dos objetivos mais comuns que os profissionais de marketing buscam por meio de seus programas de conteúdo incluem:

Conhecimento da marca: sua marca passa a ser conhecida e procurada pelos consumidores certos.

Geração de leads: sua empresa captura leads (possíveis clientes) muito mais qualificados e consumidores com maior probabilidade de se tornarem clientes.

Aumentar as vendas e a lucratividade: fechar mais negócios, reduzir seus custos de marketing e abrir novos fluxos de receita

Engajamento do público: capturar o interesse de leitores casuais e transformá-los em assinantes.

Clientes mais leais: reter seus clientes existentes, aumentando sua percepção positiva e satisfação com a sua empresa.

O marketing de conteúdo não se resume a apenas produzir posts para as redes sociais, mas também possui outras 5 formas de captar e capturar o público certo:

  1. Artigos de Blog

Com um bom SEO,  estratégias de criação de conteúdo para cada etapa do funil de vendas e uma gestão de tráfego assertiva, os artigos de blog tem grande capacidade de instruir, ensinar e instigar seu consumidor a conhecer mais sobre sua marca, soluções, produtos e serviços.

  1. Infográficos

Além de instruir e impactar o seu público, com os infográficos você pode capturar o contato (como WhatsApp, e-mail e telefone) do seu consumidor, estreitando ainda mais o relacionamento da sua empresa com ele.

  1. E-books

Com o intuito de aproximar seu consumidor, os e-books podem ensinar coisas relevantes, apresentar sua marca e gerar autoridade perante as demais empresas.

  1. Vídeos

Este tipo de conteúdo, geralmente requer maior disponibilidade técnica para ser produzido, mas carrega consigo várias possibilidades, tais como: alcançar o maior número de pessoas possível, explicar um produto (tutorial), ensinar sobre o mercado de atuação, apresentar sua empresa e até mesmo os conteúdos do dia a dia com alguma dica ou rotina.

  1. Webinar

Com seminários online de temas específicos, geralmente em formato de live (ao vivo), os webinars permitem a interação do público, esclarece dúvidas e deixa sua empresa em evidência como um potencial solucionador do problema dos participantes.

Percebeu como a sua empresa pode ir muito mais longe na Internet (e fora dela) investindo em uma estratégia de marketing de conteúdo consistente, relevante e valiosa?

Converse com sua agência ou com seu departamento de marketing e inclua o marketing de conteúdo no seu planejamento. Aplique, tenha consistência e quando menos esperar, os frutos dessa decisão serão abundantes.

blankQuem Somos

Agência de marketing digital localizada na zona sul de São Paulo com mais de 11 anos de experiência em soluções digitais para pequenas empresas.

Somos uma agência de performance, nossas ações são guiadas por dados e com foco em um objetivo.

A nossa missão é empoderar você e facilitar sua tomada de decisões para que você possa ir tão longe quanto a sua imaginação e ousadia permitirem.

Além dos Serviços de Marketing Digital, nós desenvolvemos Ferramentas e Produtos para o mercado.

 

Sobre Nós

Top

latest android games

|

popular android games