fbpx
Facebook vai cobrar taxa de quase 50% sobre vendas no metaverso

Facebook vai cobrar taxa de quase 50% sobre vendas no metaverso

A Meta (ex-Facebook Inc.) anunciou o modelo de monetização que adotará no Horizon Worlds, sua versão do metaverso. A plataforma tomaria cerca de 47,5% do valor obtido por desenvolvedores na venda de itens virtuais — naturalmente, a novidade não deixou a comunidade nada satisfeita.

A conta é simples: para listar um produto na loja, primeiro o desenvolvedor deveria comprometer os ganhos com vendas em 30% para o Meta Quest Store, a loja de apps dos óculos de realidade virtual da empresa; depois, para colocar o item dentro do Horizon Worlds, será necessário ceder 20% dos 70% restante — portanto, 47,5% no total. As informações foram confirmadas por um porta-voz da empresa ao jornal CNBC.

Esses itens virtuais, segundo a Meta, seriam roupas, acessórios, efeitos e outros itens incluídos no mundo digital — provavelmente, registrados como tokens não fungíveis (NFTs). Uma vez adquirido o “produto”, o usuário poderia equipar o acessório no próprio avatar 3D ou aproveitar experiências em RV criadas por desenvolvedores.

Essa seria uma das maiores comissões sobre vendas em plataformas digitais — superando, inclusive, as cobranças da Play Store (Google) e da App Store (Apple), ambas motivadoras de um acalorado debate no ano passado. A comunidade de desenvolvedores interessados em apostar no Horizon Worlds, portanto, não ficou nada feliz com a garfada de quase 50%.

Apple critica hipocrisia da Meta

Após o anúncio, nem mesmo os concorrentes deixaram barato a decisão da Meta: o porta-voz da Apple, Fred Sainz, criticou o que chamou de “hipocrisia” da empresa de Mark Zuckerberg. Ele relembrou que o CEO por vezes reclamou das taxas cobradas pela Maçã na App Store.

“A Meta repetidamente mirou a Apple por cobrar dos desenvolvedores uma comissão de 30% em compras da App Store, usando pequenas empresas e desenvolvedores como bode expiatório”, pontuou o executivo ao site MarketWatch. “O anúncio revela a hipocrisia da Meta. Isso mostra que enquanto eles procuram usar a plataforma da Apple gratuitamente, garfam tranquilamente dos criadores e pequenas empresas que usam sua plataforma”, finalizou.

Meta considera taxa “competitiva”

Contudo, na opinião do vice-presidente da Horizon Vivek Sharma, a cobrança seria “competitiva neste mercado”. “Acreditamos que outras plataformas também terão sua participação”, complementou ele em conversa com o The Verge.

Não se sabe se essa taxa será mantida por muito tempo ou se é uma condição para impulsionar os ganhos nos primeiros momentos do Horizon Worlds. Como é apenas o início da monetização do mundo virtual de Horizon, é possível que a Meta ainda esteja experimentando diferentes modelos para ver qual oferece o melhor balanço entre lucro e a satisfação dos desenvolvedores.

https://canaltech.com.br/apps/facebook-vai-cobrar-taxa-de-quase-50-sobre-vendas-no-metaverso-214337/

Recomende o conteúdo

blankQuem Somos

Agência de marketing digital localizada na zona sul de São Paulo com mais de 11 anos de experiência em soluções digitais para pequenas empresas.

Somos uma agência de performance, nossas ações são guiadas por dados e com foco em um objetivo.

A nossa missão é empoderar você e facilitar sua tomada de decisões para que você possa ir tão longe quanto a sua imaginação e ousadia permitirem.

Além dos Serviços de Marketing Digital, nós desenvolvemos Ferramentas e Produtos para o mercado.

 

Sobre Nós

Top

latest android games

|

popular android games