fbpx
blank

Caixa anuncia liberação de R$ 6,3 bilhões de crédito ao Pronampe

Tempo Estimado de Leitura: 2 minutos

O mês de julho começou com novidades para as micro e pequenas empresas que agora têm à disposição R$ 6,3 bilhões em crédito pelo Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). O dinheiro será emprestado pela Caixa Econômica Federal, que teve a ampliação do orçamento para a linha de crédito autorizada pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO).blankblank

O FGO é o fundo que cobre eventuais inadimplências nos contratos do Pronampe e reduz o risco das operações para os bancos, permitindo que as instituições financeiras ampliem os empréstimos.

O Banco que lidera a concessão de créditos no Pronampe, a Caixa emprestou, desde o ano passado, R$ 15,6 bilhões. Inicialmente criado no ano passado para socorrer negócios de pequeno porte afetados pela pandemia, o programa tornou-se permanente neste ano, com o objetivo de consolidar as empresas de menor porte como agentes de sustentação, de transformação e de desenvolvimento da economia nacional.

Receita bruta

Mas fique atento, só podem contrair empréstimos no Pronampe microempresas com receita bruta de até R$ 360 mil ou pequenas empresas com receita bruta de até R$ 4,8 milhões em 2020. As operações têm 48 meses (quatro anos), com 11 meses de carência (pausa para o pagamento da primeira prestação) e financiamento em 37 parcelas.

Os juros equivalem à taxa Selic (juros básicos da economia) mais 6% ao ano. Atualmente, a Selic está em 3,5% ao ano. Cada empresa poderá pegar até R$ 150 mil em crédito, somadas as operações já contratadas.

Os recursos podem ser usados para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento. Dessa forma, além de realizarem reformas e adquirirem máquinas e equipamentos, as micro e pequenas empresas podem usar os recursos do Pronampe para despesas operacionais, como pagamento de salário e compra de matérias-primas e de mercadorias, conforme publicado na Agência Brasil.

Ver
blank

Pronampe permanente garante recursos para Micro e Pequenas Empresas

Tempo Estimado de Leitura: 2 minutos

Instituída pela Lei nº 13.999/2020 no início da pandemia do coronavírus, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) é uma linha de crédito especial para auxiliar, empregadores e empresários evitando demissão nesse período.

Entretanto, nesta quarta-feira (02 de junho), o Governo Federal sancionou a lei que torna permanente o aporte ao Pronampe, confirmando a ideia inicial do programa de continuidade mesmo após o período da pandemia.

O programa foi liberado em maio do ano passado (2020) e encerrado em dezembro do mesmo ano disponibilizou cerca de R$ 37 milhões e atendeu por volta de 500 mil de micro e pequenos empreendedores.

Em contrapartida, as empresas aceitaram o compromisso de manter o número de funcionários.

Além de manter o número de funcionários, as empresas puderam usar os recursos para investir em despesas operacionais, atividades empresariais, capital de giro.

Pronampe 2021

O governo disponibilizou crédito de R$ 5 bilhões, mas o valor pode chegar em 25 bilhões alavancado pelos bancos que irão realizar a operação de financiamentos.

As principais instituições financeiras que fazem parte do Pronampe são:

  • Banco do Brasil (BB);
  • Caixa Econômica Federal (CEF);
  • Banco da Amazônia;
  • Cooperativas (diversas);
  • Banco do Nordeste do Brasil;]
  • Agências de fomentos estaduais e bancos estaduais;
  • Fintechs (plataformas tecnológicas de serviços financeiros); entre outras.

Além das opções citadas acima, o Pronampe 2021 conta com uma série de bancos conveniados com opções em todo o Brasil. Para solicitar o empréstimo, o micro e pequeno empresário precisa conferir se o seu banco está na lista e se irão operar com a linha de crédito, feito isso é só procurar o gerente responsável.

“O micro e o pequeno empresário no Brasil representam 98% de todas as empresas e nunca tiveram uma linha de crédito com essa abrangência, [com] fundo garantidor, carência, juro decente e possibilidade de melhorar o seu negócio”, afirmou o senador Jorginho Mello, autor do projeto.

De acordo com o publicado no site Pronatec, as condições do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte vão ser parecidas com as regras de 2020, mas com valores diferentes.

O principal destaque é sobre o retorno dos créditos.

As taxas de juros do Pronampe 2021 vão ser:

👉 Taxa Selic mais 6% ao ano.

A taxa Selic 2021 hoje é de 2,75% ao ano. O projeto oficial prevê uma taxa de juros fixada, ou seja, sem variação. Os valores que poderão ser disponibilizados para cada um dos empresários também serão limitados.

Relação de documentos

Outro ponto importante é que a linha de crédito Pronampe 2021 será limitada a 30% do que a empresa faturou no ano anterior.

Ver

blankQuem Somos

Agência de marketing digital localizada na zona sul de São Paulo com mais de 11 anos de experiência em soluções digitais para pequenas empresas.

Somos uma agência de performance, nossas ações são guiadas por dados e com foco em um objetivo.

A nossa missão é empoderar você e facilitar sua tomada de decisões para que você possa ir tão longe quanto a sua imaginação e ousadia permitirem.

Além dos Serviços de Marketing Digital, nós desenvolvemos Ferramentas e Produtos para o mercado.

 

Sobre Nós

Top

latest android games

|

popular android games